segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Muita história para contar

Olá e sejam bem-vindos à nossa casa virtual!

Este é o primeiro post do blog da Oficina de Ideias Ana Paula Castro. A partir de agora vamos dividir com você, que acompanha as criações da designer Ana Paula Castro e de sua oficina, ou um cliente que só nos conhece de longe, um pouco da história e das novidades do ateliê. 


A verdade é que a história da Oficina se confunde com a vida de sua designer fundadora, Ana Paula Castro. Ela, que já na infância experimentava o desejo de conhecer e compreender a estrutura dos objetos que a cercavam, encontrou - ainda quando morava no Rio de Janeiro - o desenho industrial como forma de saciar esse desejo e a vontade de criar suas próprias figuras, expressando seu modo de ver as coisas. 


Quando voltou para Vitória, trabalhou dois anos em um ateliê de restauração onde teve oportunidade de participar da restauração da Igreja do Rosário e da Fafi. Era um mundo bem diferente do que estava acostumada na faculdade de desenho industrial, mas que marcou profundamente o caminho que iria seguir: a faculdade de artes.


Logo Ana Paula partiu para a criação, e foi aí que começaram a surgir obras muito peculiares. Em 1992 ela montou o estúdio Oficina de Arte e Restauro. Trabalhava restaurando imagens sacras, molduras e fazendo folheação a prata e a ouro. 


Muito influenciada pelos trabalhos nas igrejas, Ana Paula fazia pintura mural, principalmente tromp l' oeil, em parceria com arquitetos e decoradores. Os murais deixaram de ser fixos e aplicados somente nas paredes. Foi o início da criação dos painéis em aço e madeira, todos feitos de forma artesanal, talhados a mão.



O trabalho de design gráfico ganhava novas fronteiras. A editora Abril foi um dos primeiros clientes e por vários anos encomendou logos, arte para camisetas, convites para eventos e embalagens especiais de uma grande revista. Em 2004 o ateliê passou a se chamar Oficina de Idéias Ana Paula Castro.

Tudo era produzido de forma totalmente artesanal, mas a produção era muito pequena. Algumas peças levavam quase dois meses para ficarem prontas. Sendo assim decidiu-se investir em tecnologia para agilizar parte do processo. Nesta época foi lançada uma série de miniaturas com os melhores trabalhos chamada Linhas Assinadas, já com uma tiragem maior.



O meio ambiente sempre foi fonte de inspiração. Frequentemente, arbustos, orquídeas e beija-flores, por exemplo, são alvo de suas obras. Os primeiros trabalhos de Ana Paula foram feitos com madeira de demolição, principalmente cruzetas de postes que ela conseguia comprar em leilões da Escelsa. Mas a oferta da madeira era inconstante, então a designer prefeiru trabalhar com madeira de reflorestamento produzida no Estado. 


Aqui dentro da Oficina a natureza sempre teve e continua a ter lugar cativo. Quer ver?

O melhor é que a criação nessa Oficina não tem limites. Passa pelo design de produto ao design gráfico com maestria, rendendo inclusive renomados prêmios dentro e fora do país. 

É realmente muita história pra contar. Tanta, que muitos e muitos posts ainda estão por vir.
Por agora, o convite é para que você fique à vontade e navegue por aqui a fim de conhecer ainda melhor a nossa Oficina. 

grande abraço!
Marcella Andrade, editora de conteúdo

2 comentários:

  1. QUE LINDO!! ESTAREI SEMPRE POR AQUI, AFINAL SOU A FÅ DE No 0. BEIJOS E MUITO MAIS SUCESSO!!!

    ResponderExcluir